Conecte com a gente




Internacional

Dezenas de pessoas desaparecem em naufrágio na Líbia

Editoria Jornal O Cristão

Publicado

em

De acordo com o Alto Comissariado para os Refugiados das Nações Unidas (ACNUR), foram encontrados destroços da embarcação, que deveria transportar cerca de 100 pessoas, estando muitas delas desaparecidas, temendo-se que tenham morrido afogadas.

“Ainda não é claro quantas morreram e quantas estão vivas”, escreveu na rede social Twitter um responsável pela linha telefónica de emergência da ACNUR, ao início desta tarde.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

A delegação da ACNUR na Líbia usou também o Twitter para reconhecer a tragédia, que se soma ao naufrágio de uma outra embarcação, na segunda-feira, cujos migrantes estão ainda a ser assistidos a bordo de um navio com bandeira alemã, a quem foi interdito o atracamento nos portos italianos.

Para resgatar os náufragos de hoje, a guarda costeira da Líbia e vários pescadores locais estão a participar em operações no Mediterrâneo, procurando salvar o maior número possível de migrantes.

Segundo a ACNUR, a embarcação terá partido do porto de Al Khums, na Líbia, com cerca de 100 migrantes, provenientes de vários países, incluindo o Sudão, o Egito e a Tunísia.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O alerta foi dado durante a madrugada de hoje, mas não foi possível estabelecer contacto radiofónico com a embarcação.

“Não sabemos o que aconteceu aos migrantes. Esperamos que ainda estejam vivos. Mas tememos o pior”, escreveu no Twitter um membro da linha telefónica de emergência da ACNUR.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Fonte: Notícia ao Minuto

Continue lendo
Clique para comentar

Comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *



PUBLICIDADE