Conecte com a gente




Policial

Menores e proprietário de bar são presos após denúncia anônima de boca de fumo

Editoria Jornal O Cristão

Publicado

em

Os menores no hospital municipal, passando por exame de corpo de delito/Foto: PortalP1A Polícia Militar em Jaru (RO), tem combatido e alcançado sucesso expressivo, fechando várias bocas de fumo, dentro e no entorno do município, que tem cerca de 55 mil habitantes e vive atualmente progresso significativo, especialmente devido as várias obras que vem sendo executadas no trecho urbano da BR-364, transformando a paisagem e dando ares de cartão postal.

Mas onde há progresso, há também índices alarmantes de crimes, desde pequenos delitos, até crimes hediondos. Em Jaru não é diferente, infelizmente.

Num dos casos mais recentes apurados pelo Jornal Eletrônico PortalP1, uma mãe desesperada com o filho usuário, que é menor e não a obedece mais, com medo de perde-lo de vez para o crime, resolveu denuncia-lo para as autoridades e entregar de forma anônima, a boca de fumo aonde o filho se reúne com outros menores e adultos, para consumir drogas.

O fato registrado nesta sexta-feira, dia 23 de agosto, demonstra os limites percorridos por uma mãe, na tentativa de tirar o filho do submundo. O fato registrado pela briosa e combatente Polícia Militar de Jaru, ocorreu numa residência na Avenida Dom Pedro I. A casa pertence ao proprietário de um bar e no local, os policiais de duas guarnições encontraram ao menos dois menores usando drogas e mais doze porções de entorpecentes.

O dono do bar, a droga e os meninos, foram conduzidos para a Unidade Integrada de Segurança Pública (UNISP), de Jaru. Para alívio ou não, da mãe denunciante, o seu filho não estava no local na hora da chegada da Polícia Militar.

Moradora do Jardim Europa, a mulher disse que o filho é usuário de entorpecente, a desobedece e com medo de perde-lo de vez para um mundo do crime, espera que a atitude um tanto desesperada, contribua para ajudar o filho.

Continue lendo
Publicidade
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
Clique para comentar

Comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Capital

PORTO VELHO: Acusado leva terçadada no rosto após tentar furtar carro na Zona sul

O caso aconteceu na frente do imóvel da vítima localizado na Rua Tamareira, bairro Castanheira.

Editoria Jornal O Cristão

Publicado

em

 O casal Rafael Y. D. do N., 26 anos e Ramila de S. T., 27 anos, foi preso no final da tarde desta sexta-feira (06), após eles tentarem furtar um automóvel modelo Fiat Uno na frente do imóvel da vítima localizado na Rua Tamareira, bairro Castanheira, região sul de Porto Velho.

 De acordo com informações da vítima, ele estava roçando o quintal com um facão, quando percebeu que seu carro estava sendo furtado e mais a frente o carro parou e uma mulher entrou no veículo e saíram em alta velocidade, a vítima rapidamente seguiu o veículo com ajuda de populares e se aproximou e mandou o suspeito sair do  carro e nesse momento ele fez menção de pegar uma arma e a vítima deu uma terçadada no rosto do suspeito que ainda tentou acelerar o veículo e acabou batendo deixando a frente do automóvel amassado, e mesmo lesionado ele ainda tentou correr e foi preso mais a frente com a comparsa.

Suspeito

A vítima levou um corte na cabeça devido ter sofrido uma queda no momento que tentou abordar o suspeito e foi levado para UPA sul para sutura. O suspeito que estava com o rosto cortado também foi levado para o hospital João Paulo II para que pudesse receber atendimento médico e posteriormente encaminhado para central de flagrantes juntamente com com a suspeita Ramila.

Fonte: NewsRondonia

Continue lendo

Capital

Irmão mata a irmã com tiro na cabeça por dívida na zona leste de Porto Velho

Após ser constatada a morte da vítima, dois elementos, ambos com 19 anos, entraram na casa e pegaram a arma que estava jogada e saíram, porém foram alcançados por populares.

Editoria Jornal O Cristão

Publicado

em

Porto Velho, Rondônia – Um jovem identificado como Ítalo Venâncio Lima Vieira, 18 anos, matou a própria irmã,  Davilla Vitória Lima Vieira, 19 anos, com um tiro na cabeça durante a noite desta  sexta-feira (06), no quarto de uma residência localizada na rua Cabo Verde, bairro Três Marias, setor leste de Porto Velho. O atirador foi preso horas depois. 

De acordo com informações de  testemunhas, a vítima estava no quarto quando o irmão chegou e cobrou uma suposta dívida  e logo em seguida  efetuou um disparo na cabeça dela, quase à  queima roupa. O elemento ainda esperou a chegada do Samu; só então fugiu correndo.

Após ser constatada a  morte  da vítima, dois elementos,  ambos com 19 anos, entraram na casa e pegaram a arma que estava jogada e saíram, porém foram alcançados por populares. A  Polícia Militar militar  prendeu a dupla com a  arma de fogo calibre 28 de fabricação caseira.

Qustionados sobre a arma, um deles disse à polícia que era de sua propriedade e que havia emprestado para o acusado, mas  não fazia ideia sobre um possível crime, quanto mais contra a própria irmã.

Mais tarde, policiais da Delegacia de Crimes Contra a Vida prenderam Ítalo Venâncio. 

Arma do crime resgatada do local por dois elementos, que acabaram presos

Fonte: Tudo Rondônia

Continue lendo

Capital

NA CAPITAL: Mulher tenta matar vizinho a tiros, mas acaba acertando adolescente

Quando a Polícia Militar foi acionada, o adolescente já estava recebendo atendimento médico na UPA.

Editoria Jornal O Cristão

Publicado

em

Um adolescente de 16  anos foi baleado na noite de quinta-feira (06) em uma residência localizada na zona Leste de Porto Velho (RO). Ele teria sido vítima de bala perdida.

Quando a Polícia Militar foi acionada, o adolescente já estava recebendo atendimento médico na UPA. Ele foi alvejado no braço esquerdo, o disparo transfixou e ficou alojado no tórax dele.

Aos policiais, o adolescente contou que a autora do disparo teria sido uma mulher de prenome Rafaela que pretendia matar o vizinho dele, mas acabou o acertando. A suspeita do crime não foi encontrada e o adolescente baleado foi transferido pelo Samu ao hospital João Paulo II. A Polícia Civil irá apurar o caso.

Fonte: Rondoniaovivo

Continue lendo


PUBLICIDADE