Conecte com a gente




Cidades

Chega a Ji-Paraná aplicativo de transporte exclusivo para mulheres

Editoria Jornal O Cristão

Publicado

em

Já esta disponível no mercado em Ji-Paraná o mais novo aplicativo de Mobilidade Urbana, o BELUXX. Para ter acesso basta baixar no celular e aproveitar todas as vantagens das corridas oferecidas pelo BELLUX.

A ideia de trazer a franquia de Porto Velho para o interior do Estado foi de um empresário que atendeu o pedido da filha.

“Elas viajaram para o Centro Oeste e viram que por lá já era uma tendência impulsionada pelo medo do assédio sexual, entre outras coisas que são exclusivas para as mulheres, e então implantaram o aplicativo em Porto Velho e foi ai que a minha filha acabou conhecendo essas empresárias e me motivou para que nós trouxéssemos para Ji-Paraná. E nós acreditamos nesse projeto, tanto para utilidade pública como também como uma fonte de renda para as mulheres.” Disse Clebson Borges que é o dono da franquia em Ji-Paraná.

Ele acrescenta ainda que a segurança das motoristas e dos passageiros é fundamental para o aplicativo e destaca que todas as motoristas foram treinadas e as novas que aderirem ao projeto também passarão por treinamentos e qualificações.

“Nós temos 15 mulheres, o que pra mim é um grande feito para um aplicativo de mobilidade urbana e nossa tendência, claro, é crescer ainda mais”, finalizou.

Salete de Paula é uma das motoristas que trabalha pelo aplicativo e segundo ela o trabalho de motorista veio na melhor hora. “Eu fiquei desempregada a pouco tempo e meu plano era mesmo de ingressar em algum aplicativo e quando fiquei sabendo do BELUXX, que é só de motoristas mulheres, ai eu não tive dúvidas. Hoje estou muito feliz por que a aceitação esta sendo muito boa. São as mulheres que nos chamam! Mães que confiam na gente para levar as filhas para escola, festinhas e elas se sentem mais seguras por que sabem que as filhas estão na companhia de uma mulher” Concluiu ela.

Marlene Bispo também aderiu ao aplicativo. “Nós estamos prontas para atender a todo o público, seja homem ou mulheres, mas o nosso foco são as mulheres que sempre nos dizem a mesma coisa. Elas se sentem muito mais seguras. Recentemente eu peguei uma passageira que foi só elogios pra nós! Me disse que a ideia é maravilhosa e ainda brincou que andar com as mulheres seria bem melhor por que o índice de acidentes envolvendo mulheres é bem menor (Risos).”

Viviane Saira relata que teve outras experiências com o transporte através dos aplicativos e que não foram boas devido o pre conceito, mas que no BELUXX é bem diferente.

“Eu já trabalhava como motorista, porém no outro aplicativo tinha a opção escolher motorista mulher e eu, como outras colegas, éramos muito discriminadas e isso me deixava muito chateada. Os motoristas homens desfaziam do nosso trabalho como se nós não tivéssemos capacidade de estar ali, trabalhando. Ai quando surgiu a oportunidade de trazermos a BELUXX para Ji-Paraná nós abraçamos a ideia e trouxemos para ajudar também à outras mulheres. Eu trabalho muito na noite e hoje me orgulho quando pego uma mulher e elas agradecem pelo carinho que temos e a maneira como trabalhamos e isso claro me deixa muito feliz.” Disse ela.


A Jornalista Lucia Maria decidiu trabalhar com o aplicativo para garantir uma renda extra, mas com a experiência que esta tendo já mudou os planos. “Era pra ser um trabalho a mais, uma renda a mais no orçamento, mas eu me apaixonei e hoje vejo o aplicativo como uma fonte principal de renda. É maravilhoso estar com as pessoas, ouvir histórias, poder ajudar e em muitos casos uma viagem curta se torna uma amizade longa pra gente. Eu amo conhecer pessoas e poder ajudar de alguma forma , então é mais que uma renda! Por mais que nem tudo na vida é um mar de rosas, ainda assim tem sido maravilhoso fazer parte da família BELUXX.” Diz emocionada.

Para informações sobre o Aplicativo entre em contato 99344-4464

Cidades

Caminhão da prefeitura invade preferencial e colide em motocicleta

Populares prestaram apoio às vítimas até a chegada dos bombeiros.

Editoria Jornal O Cristão

Publicado

em

O acidente de trânsito aconteceu na manhã desta sexta-feira (06), na Av. Maringá com T-6, segundo distrito de Ji-Paraná.

De acordo com informações, o Caminhão teria cruzado a T-6 com Av. Maringá, sentido rua Curitiba, avançando a preferencial, quando atingiu duas jovens que seguiam em uma motoneta Honda Biz pela referida via, sentido Vila Jotão.

Com o impacto da batida as duas jovens, Rayla e Lariessa caíram ao solo bastante feridas, uma das jovens teria sofrido uma fratura na região do pé.

A motocicleta foi parar debaixo da cabine do caminhão. Populares prestaram apoio às vítimas até a chegada dos bombeiros.

Ambas foram socorridas por uma equipe do corpo de bombeiros até ao HM para atendimento emergencial.

Fonte: Rondoniatual

Continue lendo

Cidades

Homem morre esmagado por tora durante carregamento de caminhão

A vítima identificada como Diego Matte, auxiliava o carregamento de um caminhão.

Editoria Jornal O Cristão

Publicado

em

Um trabalhador morreu na madrugada desta sexta-feira (06) após ser atingido por uma tora que caiu de um caminhão durante o carregamento. O acidente de trabalho aconteceu no quilômetro 3 da estrada do calcário, em Espigão do Oeste.

De acordo com informações, a vítima identificada como Diego Matte, auxiliava o carregamento de um caminhão, quando uma tora se soltou da carga e caiu sobre ele. O homem veio a óbito na hora.

Colegas de trabalho acionaram o Corpo de Bombeiros que confirmaram o óbito da vítima. A polícia também compareceu ao local e registrou o incidente.

Com informações e fotos: Plantão Policial

Fonte: Rondoniavip

Continue lendo

Cidades

Vendaval derruba antena de internet e deixa Alvorada do Oeste sem energia

Editoria Jornal O Cristão

Publicado

em

Por volta das 18h30min, desta quinta-feira (05), uma forte chuva com ventos, derrubou uma antena de internet e interditou por várias horas, um lado da pista da BR-429, na entrada da cidade, no perímetro urbano da cidade de Alvorada do Oeste (RO). 

O temporal não chegou atingir o centro da cidade, mas passou com forte intensidade aos arredores, abrangendo mais a área rural do município. No momento da queda da antena, não passava nenhum veículo pela rodovia  e por sorte, não houve acidente, pois a antena caiu sobre a rede elétrica, derrubando os fios no meio da pista. 

O pecuarista Daniel Duarte, que mora próximo de onde a antena caiu, disse à reportagem, que um motociclista chegou a cair na pista e bater nos destroços da antena, que estava sobre a pista, mas não se feriu, graças a um quebra-molas, que existe próximo ao local, evitando que o condutor da motocicleta estivesse em velocidade.

Uma guarnição da Polícia Militar (PM), compareceu de imediato no local, para evitar que uma tragédia pudesse ocorrer, pois além da parte da antena caída na pista, havia energização na parte da rede elétrica que também estava caída sobre a rodovia.

Funcionários da Energisa, empresa prestadora do serviço elétrico na região, também compareceram no local, mas teve que aguardar os responsáveis pela antena chegar para recolher os ferros destorcidos que estavam caídos e enroscados sobre a rede elétrica na pista.

Na parte de alguns bairros da cidade, a energia elétrica logo foi estabelecida, mas em outros bairros, como o bairro Cidade Alta, só foi normalizada por volta das 23h45min., ficando quase 06 horas sem o serviço. A empresa responsável pela manutenção da antena, que ultrapassa 50 metros de altura, é da cidade de Ji-paraná (RO).

Com a queda da antena, muitos moradores que residem próximos de antenas existentes na cidade, estão aterrorizados. Muitos preocupados, pois as mesmas podem cair sobre suas casas. Nos últimos dias e meses, vendavais que ocorrem no estado inteiro, vêm deixando um rastro de destruição por onde passam.

Fotos: Correio do Vale

Continue lendo


PUBLICIDADE