Conecte com a gente




Cidades

Ações coordenadas evitam que incêndios atinjam reservas florestais em Machadinho

Editoria Jornal O Cristão

Publicado

em

O Ministério Público do Estado de Rondônia, por meio da Promotoria de Justiça de Machadinho do Oeste, pede à população dos municípios da Comarca que colabore com os órgãos públicos no combate às queimadas e, caso seja necessária a prática, que seja obtida autorização nos órgãos competentes.

De acordo com a Promotoria, a atuação coordenada e rápida entre os órgãos públicos em Machadinho do Oeste, especialmente o 5º Grupamento de Bombeiros Militar, 2ª Companhia de Polícia Ambiental, Equipe do Prevfogo/IBAMA, Secretaria Estadual do Meio Ambiente (Sedam), Secretaria Municipal do Meio Ambiente (Semmas) e Poder Executivo, para combate a incêndios de grande proporção, especialmente os que ocorreram entre os dias 15 e 19 de agosto de 2019, evitou que os danos fossem ainda maiores e que o fogo atingisse o interior das reservas ambientais.

No mês de agosto, os focos de incêndio se intensificaram em Machadinho do Oeste e região, observando-se a ocorrência reiterada da prática, já difundida de forma cultural, de utilização da queimada para limpeza de terrenos, quintais e manejo do solo em áreas rurais. De tais práticas decorreram incêndios florestais que estão diretamente relacionados ao desmatamento e ao uso do fogo sem controle, que resultaram em duas mortes.

Para a Promotoria, é importante que a população se conscientize de que a queimada realizada de forma irresponsável e não autorizada propaga substâncias tóxicas prejudiciais à saúde pública, gera risco de vida, aumenta os casos de doenças respiratórias e favorece o aquecimento global. Ressalta ainda que o cidadão que presenciar a prática irregular de queimada em área urbana ou rural denuncie aos órgãos competentes, já que tal conduta é crime ambiental e sujeita à multa administrativa.

Para denúncias de queimadas não autorizadas ligue 0800 647 1150.
Em caso de emergências e iminente risco ligue 193.

Fonte: MP

Continue lendo
Publicidade
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
Clique para comentar

Comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Cidades

Caminhão da prefeitura invade preferencial e colide em motocicleta

Populares prestaram apoio às vítimas até a chegada dos bombeiros.

Editoria Jornal O Cristão

Publicado

em

O acidente de trânsito aconteceu na manhã desta sexta-feira (06), na Av. Maringá com T-6, segundo distrito de Ji-Paraná.

De acordo com informações, o Caminhão teria cruzado a T-6 com Av. Maringá, sentido rua Curitiba, avançando a preferencial, quando atingiu duas jovens que seguiam em uma motoneta Honda Biz pela referida via, sentido Vila Jotão.

Com o impacto da batida as duas jovens, Rayla e Lariessa caíram ao solo bastante feridas, uma das jovens teria sofrido uma fratura na região do pé.

A motocicleta foi parar debaixo da cabine do caminhão. Populares prestaram apoio às vítimas até a chegada dos bombeiros.

Ambas foram socorridas por uma equipe do corpo de bombeiros até ao HM para atendimento emergencial.

Fonte: Rondoniatual

Continue lendo

Cidades

Homem morre esmagado por tora durante carregamento de caminhão

A vítima identificada como Diego Matte, auxiliava o carregamento de um caminhão.

Editoria Jornal O Cristão

Publicado

em

Um trabalhador morreu na madrugada desta sexta-feira (06) após ser atingido por uma tora que caiu de um caminhão durante o carregamento. O acidente de trabalho aconteceu no quilômetro 3 da estrada do calcário, em Espigão do Oeste.

De acordo com informações, a vítima identificada como Diego Matte, auxiliava o carregamento de um caminhão, quando uma tora se soltou da carga e caiu sobre ele. O homem veio a óbito na hora.

Colegas de trabalho acionaram o Corpo de Bombeiros que confirmaram o óbito da vítima. A polícia também compareceu ao local e registrou o incidente.

Com informações e fotos: Plantão Policial

Fonte: Rondoniavip

Continue lendo

Cidades

Vendaval derruba antena de internet e deixa Alvorada do Oeste sem energia

Editoria Jornal O Cristão

Publicado

em

Por volta das 18h30min, desta quinta-feira (05), uma forte chuva com ventos, derrubou uma antena de internet e interditou por várias horas, um lado da pista da BR-429, na entrada da cidade, no perímetro urbano da cidade de Alvorada do Oeste (RO). 

O temporal não chegou atingir o centro da cidade, mas passou com forte intensidade aos arredores, abrangendo mais a área rural do município. No momento da queda da antena, não passava nenhum veículo pela rodovia  e por sorte, não houve acidente, pois a antena caiu sobre a rede elétrica, derrubando os fios no meio da pista. 

O pecuarista Daniel Duarte, que mora próximo de onde a antena caiu, disse à reportagem, que um motociclista chegou a cair na pista e bater nos destroços da antena, que estava sobre a pista, mas não se feriu, graças a um quebra-molas, que existe próximo ao local, evitando que o condutor da motocicleta estivesse em velocidade.

Uma guarnição da Polícia Militar (PM), compareceu de imediato no local, para evitar que uma tragédia pudesse ocorrer, pois além da parte da antena caída na pista, havia energização na parte da rede elétrica que também estava caída sobre a rodovia.

Funcionários da Energisa, empresa prestadora do serviço elétrico na região, também compareceram no local, mas teve que aguardar os responsáveis pela antena chegar para recolher os ferros destorcidos que estavam caídos e enroscados sobre a rede elétrica na pista.

Na parte de alguns bairros da cidade, a energia elétrica logo foi estabelecida, mas em outros bairros, como o bairro Cidade Alta, só foi normalizada por volta das 23h45min., ficando quase 06 horas sem o serviço. A empresa responsável pela manutenção da antena, que ultrapassa 50 metros de altura, é da cidade de Ji-paraná (RO).

Com a queda da antena, muitos moradores que residem próximos de antenas existentes na cidade, estão aterrorizados. Muitos preocupados, pois as mesmas podem cair sobre suas casas. Nos últimos dias e meses, vendavais que ocorrem no estado inteiro, vêm deixando um rastro de destruição por onde passam.

Fotos: Correio do Vale

Continue lendo


PUBLICIDADE