Bem-vindo! - Jornal Rondônia Hoje Brasil, 31/05/2020. | Fale conosco, envie-nos sua mensagem ou sujestão: [email protected]

Planalto diz que recusará ajuda de US$ 20 milhões oferecida pelo G7 - Jornal O Cristão - Conteúdo Gospel, Brasil e do Mundo
Connect with us

Hi, what are you looking for?

Brasil

Planalto diz que recusará ajuda de US$ 20 milhões oferecida pelo G7

ALTAMIRA, PA, 25.08.2019 - QUEIMADA-PA - Operação do Exército em combate aos incêndios na Amazônia, conforme decreto do presidente Jair Bolsonaro. O 51º BIS (Batalhão de Infantaria de Selva), em Altamira, será o quartel general da operação. O general convocou, na manhã de hoje, uma reunião com ICMBio, Ibama, Força Nacional, Polícia Federal, Corpo de Bombeiros, secretaria do Meio Ambiente, entre outros atores envolvidos na operação. No período da tarde, profissionais do Corpo de Bombeiros do estado do Pará aplicaram em treinamento de combate a incêndios na mata, aos militares lotados no 51º BIS de Altamira. (Foto: Lilo Clareto/Folhapress)

Valor seria usado para auxiliar no combate a incêndios na Amazônia

Operação do Exército em combate aos incêndios na Amazônia, conforme decreto do presidente Jair Bolsonaro (Lilo Clareto/Folhapress)

O Palácio do Planalto informou na noite desta segunda-feira, 26, que rejeitará ajuda de 20 milhões de dólares, equivalente a 83 milhões de reais, prometidos pelo G7, o grupo de países mais ricos do mundo, para auxiliar no combate a incêndios na Amazônia.

O Planalto não informou o motivo para recusar os valores. O presidente Jair Bolsonaro (PSL) e ministros têm dito que não há anormalidade nas queimadas e que países europeus tentam fragilizar a soberania do Brasil sobre a floresta.

A informação do Planalto, no entanto, contradiz o ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, que mais cedo disse que a ajuda do G7 era “bem-vinda”.

Bolsonaro voltou a se reunir nesta segunda com ministros para tratar dos incêndios na floresta. Após a conversa com o presidente, o ministro da Defesa, Fernando Azevedo, disse que a situação na Amazônia está controlada e que cerca de 2.700 militares das Forças Armadas estão prontos para atuar na região.

Ainda nesta segunda, o governo teve novo embate com o presidente da França, Emmanuel Macron, que falou sobre conferir status internacional à floresta. “Sobre a Amazônia falam brasileiros e as Forças Armadas”, rebateu o porta-voz da Presidência, general Rêgo Barros.

Fonte: Estadão

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You May Also Like

Internacional

Em meio a todo o pânico e medo em torno do surto de COVID-19 em todo o mundo, a vantagem pode se perder.

Internacional

Autoridades chinesas destruíram cruzes e demoliram uma igreja em meio ao surto de coronavírus no país.

Estudos Bíblicos

Na semana seguinte ao nascimento do meu primeiro filho, eu estava programado para pregar sobre Gênesis 22 e a história da oferta de Isaque...

Cidades

Graças a uma ação rápida e com informações de populares, mais uma quadrilha especializada em roubos de caminhonetes foi desarticulada durante a madrugada desta...

Close Bitnami banner
Bitnami